CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »


.

EDUCAÇÃO INFANTIL E EDUCAÇÃO CRISTÃ PARA CRIANÇAS



5 Milhões de Acessos

5 Milhões de Acessos
Obrigada por encontrar aqui o que vocês precisam!!!!!

Você é muito importante!

                             

Participe do Blog Com a Gente

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Quem é Dr. Seuss?

Theodor Seuss Geisel (1904-1991), conhecido popularmente como Dr. Seuss, é notoriamente considerado o mais amado e importante autor de histórias infantis dos Estados Unidos.

Publicou 46 livros infantis, sendo algumas de suas obras mais conhecidas Lorax, Grinch, Horton e o Gato de Cartola. Lamentavelmente no Brasil as suas obras literárias foram poucos traduzidas, portanto são raros os casos de crianças desta nossa geração que cresceram com as fantásticas histórias criadas por Seuss. Atualmente ele está mais reconhecido por aqui devido as adaptações cinematográficas das suas histórias, apesar de nenhuma delas serem realmente tão boas quanto os livros.

Para definir melhor: Dr. Seuss é um Monteiro Lobato americano, guardada as devidas proporções.

Participou do filme “Design to Death” como colaborador e roteirista, e ajudou a película a vencer o Oscar de melhor documentário de 1947. O curioso dessa obra que ela foi escrita enquanto ele servia ao Exército dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial.

Nesse quesito, a vida de Dr. Seuss também é interessante já que ele serviu ao exército americano por vontade própria. Isso era explicado pelo próprio escritor como sendo um prazer lutar contra pessoas tão abomináveis quanto os nazistas. Ainda assim se revoltou com o tratamento que os americanos do pós-guerra reservavam aos japoneses, e isso o inspirou a escrever “Horton e o Mundo dos Quem!”.

Durante as décadas de 1970 e 1980 trabalhou com a DePatie-Freleng Enterprises (produtora de desenhos animados) em seis especiais, que incluíram as produções originais “The Hoober-Bloob Highway” e “Pontoffel Pock, Where Are You?”.

Fontes: Obvious, Outros Sons

sábado, 15 de julho de 2017

Pedagogia - Celeiro de Professores Para o Ministério Infantil

Estes dias estava respondendo alguns comentários aqui no blog e me dei conta de algo incrivelmente interessante. Não foram dois nem três comentários que li ao longo desses quase 7 anos de blog, onde pessoas falaram que estavam iniciando, tanto no curso de Pedagogia como no Ministério Infantil de suas igrejas e, ler sobre isso, me faz recordar meu próprio começo...

Meu sonho era ser jornalista - ainda é! Mas devido à variadas circunstâncias, acabei entrando para um curso de Pedagogia aqui na minha cidade. Meu pensamento era "Vou fazer esse curso, já que não tenho outra opção". O que eu não tinha ideia, era que estava iniciando ali um treinamento básico para mais na frente estar cuidando do ministério que Deus tinha para mim: o de crianças e adolescentes!
E eu fico bastante feliz em saber que esse blog tem sido uma ferramenta de ajuda e orientação para quem está começando na Pedagogia em si e no ministério com crianças.

Sabemos que professores são muito desvalorizados em nossa sociedade, mas acredito que ensinar é a melhor profissão, imagina então ensinar sobre Deus e Seu amor por nós? QUE HONRA deveríamos ter em fazer tão importante tarefa.
Se você está fazendo um curso de Pedagogia e sente seu coração arder pelas crianças de sua igreja, provavelmente este será seu ministério: o infantil!
Não tente fugir, porque certamente não irá muito longe! O melhor a fazer é se render Àquele que te chamou!
Já são 13 anos de Educação Infantil e 10 de Ministério com Crianças... E sim, ainda tenho muito o que aprender.

Ainda quero poder ter oportunidade de fazer meu curso de jornalismo, até porque já me considero uma jornalista, não de formação, mas de coração, porque afinal, blogs são um tipo de jornalismo digital, e aqui estamos nós fazendo este com muito carinho para vocês!
Que o Espírito Santo continue chamando e capacitando tias e tios em todo o mundo para semear a Palavra de Deus nos pequenos e frutíferos corações infantis!
Fiquem com Deus!
     por Jaque Santos   

terça-feira, 27 de junho de 2017

5 Milhões de Acessos - Blog da Tia Jaque

                              UAU!!!                          
     Eu vim agradecer a todos vocês    
    que contribuíram para isso!    

O Blog da Tia Jaque completou hoje 5 milhões de acessos e pessoalmente eu, Jaqueline, estou muito feliz com isso! Geralmente eu falo na terceira pessoa, mas hoje falarei na primeira, pois também agradeço demais à Pessoa que me ajuda com tudo por aqui: Papai, Deus! Sim, é Ele!!! Que me ajuda a fazer, a escrever, a compartilhar o que sei... Enfim, Ele quem tem me sustentado tanto...

À vocês que comentam, dão sugestões, criticam, apoiam, abençoam com palavras...
À vocês que nos acessam, nos acham, nos procuram, guardam nossos links, compartilham nossas fotos, salvam nosso material...
À vocês de Itapipoca, do Ceará, do Nordeste, do Brasil e de muitos outros países que chegam aqui...
    Obrigadão!!!    
E que venham 10 Milhões!!!
       Fiquem com Deus!       

sexta-feira, 23 de junho de 2017

A Vida Existe nas Entrelinhas: Brincadeiras Para Ficar na Memória

Correr, pular e criar contribui para o desenvolvimento integral infantil. Ou seja, o que as crianças precisam mesmo é experimentar e fazer isso com o próprio corpo. Dos dedinhos dos pés até o último fio de cabelo: tudo pode ser percebido de modo sinestésico.
SINESTÉSICO: Que se refere à sinestesia, à combinação de sentidos a sensações distintas.

Então, como propiciar estes momentos para os pequenos? Para perceber o mundo, a criança precisa estar imersivamente sentindo o que o lugar traz, e isso acontece quando as coisas que, muitas vezes podem parecer inúteis, tornam-se elementos valiosos para o brincar, são os chamados brinquedos não estruturados. São eles que fazem com que a imaginação da criança desabroche. Tecidos, tampas, pedras, garrafas, potes, caixas, gravetos, tudo pode dar asas ao poder de criação e de transformação da criança.

Para dar luz a esse brincar que é fonte de prazer e de transmissão de saberes, onde a criança aprende a aprender, listamos cinco brincadeiras que vão render bons momentos e memórias para toda a vida.

Você, leitor, provavelmente faz parte de uma geração de meninas e meninos que vivenciaram brincadeiras incutidas na sua memória até hoje. São exatamente essas memórias que constituem a nossa natureza, nossa humanidade, o ser em que cada um de nós se tornou, por ter tido a chance de viver uma infância brincante.

Divirta-se com brincadeiras para todas as idades para brincar em casa, na rua e na escola

Luz e Sombra
A noite ou os dias escuros são um convite para uma brincadeira simples e, ao mesmo tempo, muito rica. Com uma lanterna, as mãos e alguns objetos escolhidos aleatoriamente, você e crianças com a partir de três anos podem criar uma narrativa de fantasia e fazer experimentos com a luz. Mostre o efeito da lanterna, por exemplo, atrás de um tecido ou da cortina. Faça "desenhos" com as sombras das mãos e, aos poucos, proponha que os meninos e as meninas entrem no jogo. Ao final de tudo, é possível que eles tenham entendido que a sombra forma-se pelo bloqueio da luz. Ou, pelo menos, terão vivido uma boa experiência de fantasia.

Pista de Carros
Por volta dos três anos, as crianças tornam-se experts em brincadeiras de faz de conta. É assim, por meio da fantasia, que, aos poucos, compreendem o mundo onde vivem, testam e reconhecem sentimentos e habilidades sociais. Uma boa brincadeira desse tipo é construir pistas de carrinhos. Basta colar sobre o piso fitas adesivas delimitando ruas, avenidas, estacionamentos e calçadas. Você pode ainda decorar as faixas com canetinhas ou fitas de outra cor. Agora é só distribuir os personagens por este cenário (carrinhos, bonecos, miniaturas de animais) e deixar que os pequenos criem suas próprias narrativas.

Fui à China
Ritmo, atenção, concentração e trabalho em parceria. É possível treinar todas essas habilidades com crianças de quatro ou cinco anos por meio de uma canção. A brincadeira é simples. Comece recitando a letra com a criança até que vocês consigam memorizá-la. Em seguida, passem para os movimentos da coreografia: bata as palmas das suas mãos com as do pequeno e intercale este gesto com os outros indicados abaixo:

“Eu fui à China-na, pra ver o que era a China-na, todos eram China-na, lig-lig-lig China-na

Eu fui ao clips, pra ver o que era o clips, todos era clips, lig-lig-lig clips

Eu fui ao ro-lê-lê, pra ver o que era o ro-lê-lê, todos eram ro-lê-lê, lig-lig-lig ro-lê-lê

Eu fui ao tchá-tchá-tchá,pra ver o que era o tchá-tchá-tchá, todos eram tchá-tchá-tchá, Lig-lig-lig Tchá-tchá-tchá

Movimentos:
China - puxa o canto dos olhos
Clips - cruza os braços sobre o peito
Rolê - rola uma mão sobre a outra
Tchátchá - requebra com as mãos na cintura

Cubos de Gelo Colorido
Em dias quentes, uma boa brincadeira é fazer cubos de gelo colorido e depois usá-los para pintar o sete. Para isso, basta preencher forminhas convencionais com água filtrada e corante alimentício. Em seguida, leve ao freezer e espere até congelar. Depois, é só escolher um local que possa molhar e sujar (o quintal, a cozinha ou o banheiro, por exemplo) e deixar a criançada fazer arte e explorar o tato, especialmente as sensações de quente e frio. Você também pode oferecer papéis, de preferência grossos, para que façam "pinturas geladas".

Cabana com Lençol
As brincadeiras de faz de conta tornam-se são extremamente ricas. Uma boa proposta é construir uma cabana com roupas de cama e móveis (cadeiras podem dar sustentação a uma tenda de lençóis presa com barbantes ou prendedores de roupa). Lá dentro, as crianças experimentam sensações de abrigo e, ao mesmo tempo, certo mistério. Além disso, ao criar suas próprias narrativas de fantasia (estão dentro de um castelo abandonado, por exemplo), vivem sentimentos e fazem uma espécie de treino para a vida adulta.
*   *   *
Por que as crianças devem brincar? 
Os estímulos certos na infância podem ser capazes de promover benefícios para o desenvolvimento cerebral das crianças. Nesse período, as brincadeiras são extremamente importantes, pois é através do brincar que meninos e meninas poderão melhorar a capacidade de aprendizado para lidar com as diferentes situações da vida. Por isso, quanto mais seu filho brincar melhor – sobretudo se for sem regras!
Fonte: Catraquinha

Ficha 6 - Módulo 1 - SIM Maternal

SUGESTÃO DO MÓDULO
Para essa atividade, você precisa ter acesso às datas de nascimento das crianças, pois nem todas elas sabem suas idades.
No caso da minha turma, a maioria das crianças têm três (3) anos e completarão quatro (4) no segundo semestre deste ano. Há também algumas que completaram 3 recentemente, ou seja, seguir à risca a sugestão que o módulo traz é quase impossível, pois o que eles sugerem não faz sentido na prática e eu vou dizer o porquê!

Na minha opinião, para se trabalhar a atividade da ficha 6 do módulo 1, eu devo ter apresentado, muito anteriormente, os números de 1 a 4, para que os alunos tenham alguma noção de quantidade.
Simplesmente mandar a criança desenhar a mão e pintar 3 dedos não faz sentido algum se ela não tiver essa noção inicial.
A verdade é que, cada vez que leio as sugestões que o módulo traz, eu fico assim:
A prática pode estar bem distante da teoria linda que a gente sempre lê!
Enfim...
Vamos às sugestões:

  • Desenhe a mão do seu aluno. Pergunte a idade e se ele não souber diga e ajude-o a contar os dedos que ele vai pintar.
  • Segure a mão da criança, para que ela desenhe (nem todas as crianças conseguem ficar com a mãozinha parada enquanto desenham a mesma). Pergunte a idade e se ele não souber diga e ajude-o a contar os dedos que ele vai pintar.
  • Desenhe a mão da criança em uma folha colorida comum A4, recorte e cole na ficha. Escreva ao lado o número que representa a idade dela e ajude-a a contar os dedos e pintá-los.
  • Essa atividade pode ser enviada para casa.

Fiquem com Deus!                                 

Ficha 5 - Módulo 1 - SIM Maternal

SUGESTÕES DO MÓDULO

  • Disponibilizar fichas com os pré-nomes para que a criança observe a primeira letra, que poderá estar em outra cor, e procure na tarefa.
  • Circular todas as letras do pré-nome.
  • Mostrar a primeira letra do nome da criança, para que ela procure na ficha da atividade.
  • Circular a primeira letra.
  • Riscar a primeira letra.
  • Marcar um X na primeira letra.


Tenho observado que, algumas atividades desse material, pedem muito o "contorne" nas questões. Bom, no meu dia-a-dia de professora de crianças que acabaram de iniciar uma vida escolar, até o circular é complicado, pois ainda estão se familiarizando com os traçados, com o manuseio do lápis. Então o contornar torna-se difícil e eu sugiro não fazê-lo.
Observe a figura:
Não é preciso ser especialista no assunto ou usar palavras difíceis para mostrar que, o contornar, para a criança novata nos traçados em geral, é bastante difícil de entender. Então, vamos com calma e lembre-se: quem decide como fazer sua atividade é você professor(a) e não o material didático!

Fiquem com Deus!                                    

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Ficha 4 - Módulo 1 - SIM Maternal


SUGESTÃO DO MÓDULO
Para essa atividade, que foi enviada para casa, fiz um novo enunciado orientando os pais de como a atividade seria feita. A questão, que você pode baixar AQUI, foi colada na ficha, como vocês podem ver na segunda imagem abaixo; o primeiro nome de cada criança foi escrito em letra bastão e todo o alfabeto móvel foi enviado juntamente com a ficha 4:
A atividade veio de casa assim:
Outras sugestões:
  • Fazer cartões com os nomes das crianças para que a mesma identifique o seu, pegue-o e cole na ficha.
  • Pontilhar o pré-nome na ficha, pois geralmente as crianças ainda estão em fase de "cobrir".


No caso da minha turma, que são crianças que chegaram na escola esse ano e ainda não estão estudando o nome, a sugestão que expliquei caiu muito bem, mas deixo claro o seguinte: não concordo com o fato de as crianças das redes públicas de ensino aprenderem a escrever na escola com a letra bastão. As vezes isso me parece PREGUIÇA de ensinar a letra cursiva! 
Li uma determinada postagem, em algum lugar da internet, que querem "tirar" a letra cursiva "de circulação" e isso é incrivelmente ABSURDO! Mas isso é conversa para uma outra postagem.

Sou professora e não tenho preguiça de ensinar minhas crianças a escreverem com a letra cursiva. Ensino a letra cursiva. Vou continuar ensinando a letra cursiva.
As escolas particulares têm, naturalmente, uma educação de qualidade para "seus clientes". O fato de eu trabalhar na rede pública de ensino, não quer dizer que eu deva fazer meu trabalho de qualquer jeito. Vou fazer o meu melhor para meus alunos, simplesmente porque AMO O QUE FAÇO!

Reflita
se você ensina de qualquer jeito, seu lugar não é a sala de aula! 

Fiquem com Deus!

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Vídeo Letra - Mãezinha Querida - Pingo de Gente/Vol.1

Vídeo com a letra do louvor no YouTube AQUI 
Baixar vídeo AQUI 
Baixar música AQUI 
_________________________________________

Mamãezinha Querida
Vaninha
  
Eu quero muita a mamãe,
A minha mãezinha querida,
Abaixo de Deus nesse mundo,
Mamãe é tudo na vida.

Primeiro eu quero a Jesus,
A mamãe em segundo lugar,
Jesus me prepara pra o céu,
Mamãe me educa no lar.

A minha mãe é tão boa,
E sofre muito por mim,
Jesus cristo sofreu muito mais,
Derramando seu sangue enfim.

Vídeo Letra - Criancinha Feliz - Pingo de Gente/Vol.1

Vídeo com a letra do louvor no YouTube AQUI
Baixar vídeo AQUI
Baixar música AQUI
___________________________________________
Criancinha Feliz
Vaninha

Eu sou uma criancinha, 
mas sou muito feliz
Jesus me preparou um lindo país.

Eu vivo só cantando 
alegre a sorrir,
Jesus meu amiguinho, 
me fez viver assim.

Por isso cantem, cantem, comigo esta canção,
A canção do amor no coração.

Só o amor, só o amor, só o amor de Deus é fiel
 Só o amor, só o amor, só o amor de Deus é fiel.

Ficha 3 - Módulo 1 - SIM Maternal


SUGESTÕES DO MÓDULO

Baixar música "A canoa virou" aqui.
Sugestões para se trabalhar em sala

  • Ouvir e cantar a música dizendo os nomes de alguns alunos.
  • Escrever o nome da própria criança para que ela saiba como é seu nome. Algumas crianças não conhecem bem o seu pré-nome, que às vezes é composto e só é chamada por um dos nomes.
  • Escrever o nome de um colega.
  • Desenhar-se no espaço ao lado.
  • Desenhar o colega no espaço ao lado.
  • Colar uma canoa feita de folhas de revistas usadas e deixar a criança desenhar-se na canoa.
  • Desenhar uma canoa para a criança pintar e desenhar-se nela.

Lembrando que qualquer ficha pode ser enviada para casa, dependendo do seu planejamento.

Você fez uma atividade diferente? 
Deixa um comentário contando para a gente!