CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »


.

EDUCAÇÃO INFANTIL E EDUCAÇÃO CRISTÃ PARA CRIANÇAS



5 Milhões de Acessos

5 Milhões de Acessos
Obrigada por encontrar aqui o que vocês precisam!!!!!

Você é muito importante!

                             

Participe do Blog Com a Gente

domingo, 30 de março de 2014

Projeto Para Culto Infantil 1 - Amigo de Deus

Olá filho(as) do Rei? Como vão vocês?
NOVIDADE NO BLOG!
A partir de agora vou postar para vocês projetos para cultos infantis, baseados nos que fazemos na minha igreja. O objetivo principal - além de levar as crianças a adorarem e cultuarem a Deus e reconhecê-lo como Senhor e Salvador de suas vidas - é colocá-las para trabalhar. Isso mesmo. Todas as partes do cultinho devem ser feitas pelas crianças.
A única coisa feita por um adulto nos nossos cultos infantis é a oração final (feita pelo pastor).
É importante ainda que o(a) líder esteja sempre perto orientando os pequenos no que eles deverão fazer, mesmo já tendo planejado e/ou conversado tudo com eles anteriormente.
INCENTIVE as crianças a fazerem algo para o Senhor e ELOGIE-AS quando fizerem.
É de absoluta importância reunir os pais algum tempo antes da data do cultinho para apresentar o projeto e pedir a ajuda dos mesmos no que precisar.

ATENÇÃO: um culto infantil não pode ser, JAMAIS, totalmente igual a um culto para adultos.


PLANEJAMENTO DO CULTO
  • Planeje-o com seu grupo de apoio com (pelo menos) um mês de antecedência.
  • Defina data e horário.
  • Defina um tema e uma referência bíblica sobre o tema. DICA: geralmente quem faz essa parte é o Espírito Santo; fale com Ele. Ele vai falar com você e confirmar Sua vontade.
  • Convoque todo o grupo para planejar e permita algumas crianças maiores participarem.
  • Depois de planejar tudo, apresente todo o projeto ao seu pastor e aguarde a permissão dele; apresente o projeto aos pais, em reunião.
  • Comece a ensaiar com as crianças e/ou grupos que vão louvar (peça ajuda aos pais).
  • Confeccione e prepare os materiais que serão usados (letreiros, cartazes, balões, data show, fantoches, histórias etc). Isso é opcional, mas torna o culto mais atrativo às crianças.
  • Decida se haverá lanche e/ou lembrancinha do culto. Se houver lanche decida o quê, e peça ajuda dos pais para a preparação do mesmo.
  • Convide toda a igreja, as famílias, os amigos, colegas, outras igrejas. Se for possível confeccione um convite para enviar às outras igrejas.
  • Faça 'propaganda'; a propaganda do cultinho nas redes sociais é uma boa ideia.
  • Ore e peça a direção do Doce Espírito Santo em cada coisa que for fazer (em cada minúscula coisa que você for fazer).


O nosso 1º culto do ano de 2014 foi assim:

DATA e HORA: 01 de Fevereiro de 2014 às 19:00 horas.
TEMA: Amigo de Deus.
REFERÊNCIA: João 15.13-15.
LOUVORES PRINCIPAIS: "A-M-I-G-O", "Amigo de Deus", "Inimigo do Mal" (Crianças Diante do Trono - Volume 2)
DECORAÇÃO: Balões e letreiro.

Programação
  • Dirigentes do Culto - Dois pré-adolescentes; o(a) líder orienta-os.
  • Oração Inicial - Criança.
  • Louvores Infantis - Pré-adolescentes; três ou quatro louvores infantis (não necessariamente com o tema). Não aconselho que as crianças cantem hinos da 'harpa cristã', pois os louvores são de difícil compreensão para os mais pequenos. Sugiro louvores que as crianças já conheçam e que as façam fazer algum movimento; exemplo: "pula, pula, pula, vem pra nossa turma; pula, pula, pula, com Jesus é mais legal..." (Aline Barros e Cia - Volume 1). 
  • Leitura da Palavra - Criança.
  • Oração de Agradecimento pela Palavra - Mesma criança que fez a leitura.
  • Oportunidades Individuais ou em Grupos.
  • Videos Sobre Amizade com Deus - Crianças Diante do Trono/Amigo de Deus.
  • Orar pelos Ofertantes - Criança
  • Ofertas - Duas ou quatro crianças; o número pode variar de acordo com o tamanho de sua igreja e/ou número de crianças da mesma.
  • Oração pelas Ofertas - Criança.
  • Pregação da Palavra - Criança. A pregação deve seguir o tema. Oriente a criança quanto ao tempo; lembre-se: crianças não são adultos e pregação longa demais pode deixar os pequenos ouvintes 'cansados'.
  • Leitura de um Texto Sobre Amizade com Deus - Leitura feita por um dos dirigentes.
  • Agradecimentos Finais - Líder do Ministério Infantil.
  • Oração Final - Líder do Ministério Infantil ou Pastor.
  • Lanche.
BANNER POSTADO EM REDE SOCIAL COM AS PRINCIPAIS INFORMAÇÕES 
DO CULTO.

BANNER POSTADO EM REDE SOCIAL 
NO DIA DO CULTO.
(imagens retiradas da internet)

FOTO DO CULTO


OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: Todas as ideias citadas aqui são de acordo com os cultos organizados na minha igreja. Você deverá planejar o culto de acordo com sua denominação e permissão do seu pastor.

terça-feira, 25 de março de 2014

Moldes de Letras 4

Oi fofuras! 
Trouxe mais umas letrinhas para vocês.
Beijocas!

BAIXAR MOLDES EM PDF

segunda-feira, 24 de março de 2014

LIVRO - Bom Dia - Leituras Diárias com Stormie Omartian

Olá povo lindo! Como vocês estão?
Hoje tive a ideia de postar sobre esse livro para vocês. São leituras baseadas na Palavra de Deus; uma para cada dia do ano.
Hoje em dia temos uma desculpa quase que 'infalível' para não estarmos conectadas com o Espírito Santo: "EU NÃO TENHO TEMPO". No entanto, temos sim, TEMOS TEMPO! 
Por mais pouco que seja ele, podemos usá-lo para estarmos em constante busca pela presença do Senhor. Ele sabe que estamos ocupadas, mas deseja que tiremos parte desse tempo para conversar com Ele. Nada melhor do que iniciar o dia 'batendo um papo' com seu Papai.
Dê o primeiro momento do seu dia a Ele, você vai ver quanta diferença isso vai fazer no resto.
O que temos para hoje?
- Autora: Stormie Omartian
- Número de páginas: 384
- Formato: 11x17
- Editora: Mundo Cristão
************
Stormie Omartian é autora de sucessos como 'O poder da esposa que ora'. Omartian tem influenciado mais orações do que qualquer outra pessoa tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil. Grande parte do público leitor é composto de mulheres e a maioria dos livros segue uma fórmula. Começa pelos títulos: O poder de alguém que ora - da esposa, do marido, dos pais, da mulher... Omartian começou em Hollywood. Enquanto ainda cursava a faculdade, passou a trabalhar como cantora, dançarina e atriz em shows musicais para televisão. Também representou vários papéis em programas conhecidos. Após uma vida desregrada, que incluia drogas Stormie finalmente entregou sua vida a Jesus. Hoje, na casa dos 60, aparece em fotos de publicidade como uma loira impecável de olhos azuis. Ela dá palestras para grandes plateias em todos os Estados Unidos.
__________________________________________________________________
Fiquem com Deus!

quinta-feira, 20 de março de 2014

Dia Internacional da Felicidade

DIA INTERNACIONAL DA FELICIDADE


VAMOS SER FELIZES?
Leia mais

Diário de Professora de Uma Criança Autista - Capítulo 1

Querido diário!
Me chamo Jaqueline, sou professora de crianças entre 2 e 3 anos; usarei você para algo muito especial. Vou registrar minha primeira experiência como professora de uma criança autista. 

Este ano promete; em minha sala, além de novas e muitas carinhas tenho também um novo desafio para minha experiência de pedagoga: uma criança pré-diagnosticada como autista.
Confesso, sem hipocrisia nenhuma, que não sei nada sobre o assunto e que nunca me interessei em saber. Até chegar o dia em que eu teria um aluno assim.
Esse dia chegou e me trouxe o Gustavo.
O Gustavo tem 2 anos e 7 meses e se mostrou 'diferente' das outras crianças. A primeira coisa que me chamou a atenção foi o fato de ele não me olhar nos olhos. Aliás, ele não olha ninguém nos olhos. 
Gosto desse contato olho no olho, significa 'estar atento a alguém' e as crianças precisam sentir que são importantes para nós e que nos interessamos por elas e pelo que dizem ou pensam. 
Fiquei meio que assustada com isso. "Uma criança que não olha pra mim? Isso é novidade!" pensei comigo mesma. Nem seu choro inconsolável me incomodou tanto como o fato de ele não 'encarar' comigo.
Até aí eu não sabia o motivo desse comportamento. Foi então que a mãe falou sobre o assunto com outra professora que trabalha na mesma sala que eu. Quando ela me repassou a notícia eu levei um baque.
Sim, me desesperei interiormente, psicologicamente, pois como já disse não sabia nada sobre o assunto e muito menos como lidar com a situação. Mas por fora eu estava calma e encarei como um novo desafio 'para meu currículo'. 
Foi então que me vieram várias perguntas e todas sem respostas significativas para iniciar um trabalho especial com ele, até porquê isso exigiria um planejamento específico, diferenciado e direcionado unicamente à ele.

Corri para a internet. Li bastante sobre o assunto. Postei sobre o mesmo algumas vezes no meu blog. Vi vídeos. Mas tudo isso não passa de teoria e mais teoria. Está na hora de vivenciar a prática. A vida real. Aprender com ele.
Esse é o primeiro ano do Gustavo na escola. Ele vai deixar sua casa todos os dias pela manhã para estar em um grupo de crianças e pessoas diferentes que ele ainda não conhece, nunca viu e que até então não faziam parte do seu dia-a-dia em casa. 
Mas eu acredito nos avanços. As dificuldades existem, mas não podem ser um obstáculo constante.
Tá bom! Tudo bem. Não sou uma expert, mas vou estudar o assunto. Vou pesquisar sempre que houver dúvidas. Vou errar (sim, vou errar muito), porque sou humana. Vou acertar e ficar mega feliz com qualquer minúsculo resultado.
Vai dar certo. 
Estou mais calma e mais animada.
Novos desafios são novas experiências e isso é algo muito positivo na vida da gente.
E eu vou registrar aqui, no meu diário, novas aprendizagens (do Gustavo e minhas também), novas descobertas, avanços, dificuldades etc.
Eu acredito que com uma boa dose de carinho as coisas podem sim dar muito certo!
Vamos com tudo! 
E que Deus nos abençoe e nos dê sabedoria! 
Jaque Santos
GUSTAVO
2 anos e 7 meses
P.S.: Pedi a devida autorização dos pais do Gustavo para publicar sobre ele (texto e fotos) no meu blog e eles permitiram atenciosamente. 
Esse texto é de autoria minha baseado em experiências diárias; por favor colocar créditos (fonte e autoria) caso você queira mostrar em seu blog e/ou site.

sábado, 15 de março de 2014

Lembrancinha 2 em 1 Para o Dia do Circo - Jujubas e Ponteira de Lápis



Oiii meus queridos, como estão??
Estou aqui encantada com a lembrancinha que acabei de fazer. 
Antes, quero explicar o "2 em 1"; trata-se de um saquinho de jujubas e uma ponteira de lápis. Você tem ainda a opção de fazer somente um dos itens.  
No título diz que é para o Dia do Circo, mas ela ficou tão fofa que pode, inclusive, ser de lembrança de aniversário infantil com o tema 'circo'.
Estou aqui babandoooooo!!
A fita no chapéu do palhaço e no saquinho de jujubas é fita decorativa; mas se você quiser comprar a fitinha de tecido vai facilitar muito sua vida! Indico a fita mais fininha. 
Blush nas bochechas!
Se você não achar os olhinhos articulados, faça com EVA ou desenhe com a caneta para retro projetor. Detalhe na flor do chapéu e no laço da palhacinha feitos com cola brilho.
Saquinho: 10 x 14 cm (era o que tinha na loja).
Você pode comprar saquinhos um pouco maiores.
Retângulo para a ponteira: 5 x 2 cm.
Dica: Antes de dar o laço no palhacinho 
dê um nó no saquinho de jujubas.
Dê o laço da frente acima da gola da roupinha do palhaço (na imagem a gola é a parte laranja).

Acabou a jujuba????
Coloca a ponteira no lápis!!!!
 Pausa para a fotoooo. rsrsrs

Sugestão da Beatriz
(foto dela)
Moldes
Dica: desenhe o molde no EVA com palito de churrasco; depois de cortado a marca fica quase invisível.

E então? O que vocês acharam??? 
Deixa um recadinho pra mim, vai!!!! 
Beijos. Fiquem com Deus!        

sexta-feira, 14 de março de 2014

Site - My Little House

Oieeeee pessoas lindas?
Quem aí quer uma dica de site legal?
Esse é muito bacana, pois disponibiliza arquivos em PDF gratuitos com histórias bíblicas; as histórias são em inglês, mas você pode fazer uso apenas das figuras. Tem ainda atividades para colorir. 
Vale a pena dar um conferida.

Acesse a História da Páscoa
******************
My Little House

quinta-feira, 13 de março de 2014

Porque as Crianças com Autismo Podem Evitar o Contato Ocular?

As crianças com autismo muitas vezes têm dificuldade em fazer contato com os olhos, e agora um novo estudo sugere que isso pode ser devido, em parte, à forma como o cérebro processa a informação visual, ao invés de ser puramente um défice social.

No estudo, as crianças com autismo mostraram atividade numa área maior do córtex do cérebro, quando uma imagem foi colocada na periferia do seu campo visual, em comparação com quando a imagem foi colocada no centro do seu campo visual. O oposto é verdadeiro em crianças que não são autistas.

Quando uma criança com autismo evita contato ocular, "estamos muito inclinados a interpretar isso como um défice social", disse o pesquisador John Foxe, neurocientista da Albert Einstein College of Medicine, em Nova York. "Mas pode ser uma questão muito mais fundamental", decorrente de uma redução da capacidade no início da vida para controlar os músculos que controlam os movimentos dos olhos, disse ele.

No estudo, os pesquisadores analisaram 22 crianças com autismo e 31 crianças sem o transtorno. Um padrão de xadrez foi colocado na frente das crianças numa tela, enquanto elétrodos foram usados ​​para medir a sua atividade cerebral. Os pesquisadores tentaram determinar quanta área do córtex era dedicada ao processamento local do tabuleiro de xadrez.

Para a maioria das pessoas, uma área muito maior do córtex é dedicada ao centro do campo visual, em oposição à periferia. No entanto, no estudo, os pesquisadores descobriram que, de fato, em locais periféricos, as crianças com transtornos do espectro autista apresentam respostas maiores no córtex.

O "mapa" do córtex, no qual o espaço alocado a cada campo visual é definido, desenvolve-se precocemente. A nova descoberta sugere que "as crianças com autismo têm uma diferença fundamental na forma como seu córtex visual é mapeado", disse Foxe. "Mais neurônios estavam a ser dedicados a processar informações na periferia".

Sabe-se que as crianças com autismo muitas vezes têm défice nas suas habilidades motoras, e pode ser que durante a infância, isso se estenda a uma reduzida capacidade de controlar os movimentos dos olhos, o que impede o córtex de ser mapeado como acontece em pessoas sem a condição, argumenta Foxe.

A incapacidade de controlar os movimentos dos olhos, certamente não causa autismo, mas pode funcionar "como a gasolina no fogo", diz Foxe. Uma criança com autismo pode não ser capaz de dirigir os olhos para exatamente onde eles querem, e as pessoas na vida da criança reagir a não ter contato visual com a criança.

As pessoas pensam que a criança está desativada nas interações sociais e tal faco torna-se um ciclo. No entanto, muito mais pesquisa é necessária para confirmar se isso é verdade, o novo estudo fornece apenas a primeira evidência dessa ideia, disse ele.

Outras pesquisas também devem testar as crianças mais jovens, disse ele. As crianças mais jovens do novo estudo tinham sete anos, mas o autismo pode ser diagnosticado de forma confiável já aos 3 ou 4 anos, e pode até ser detectado durante os primeiros meses de vida da criança, disse ele.

FONTE: Ciência Online

terça-feira, 11 de março de 2014

Moldes de Letras 3




Olá galerinha?
Vim trazer mais um molde de letras para vocês.
Dessa vez letras grandes.
É só clicar no link e baixar.
Beijos!

BAIXAR

QUALQUER PROBLEMA COM O DOWNLOAD, POR FAVOR INFORMAR. OBRIGADA!

segunda-feira, 10 de março de 2014

Mural dos Palhaços (Com Pratinhos de Papelão)

Olá queridos, tudo bem?
Fazendo minhas pesquisas pela rede, vi uma atividade super legal para fazer com a criançada no Dia do Circo. Com certeza eles vão amar criar os palhaços com pratinhos de papel.
Você pode ainda expor as artes num mural como o da imagem.
MATERIAIS:
  • Pratinhos de papel
  • Tampinhas de garrafa pet
  • Cartolina (para fazer as mãos das crianças e as flores)
  • Fita decorativa (para o laço)
  • Canetinhas coloridas, giz de cera e lápis de cor.
FONTE: BLOG MURAIS MODELOS MOLDES IDEIAS

Fiquem com Deus!

domingo, 9 de março de 2014

Sugestões Para Incentivar as Crianças a Orarem

Olá pessoas lindas!
Tenho aprendido dia após dia a amar a oração (ver meu testemunho sobre a oração AQUI). O simples fato de conversar com seu Pai Eterno pode muito em seus efeitos (Tiago 5:16). 
Que tal conversar com Ele agora mesmo?
Como levar as crianças a orar?

Engajando as Crianças em Oração.
A boa notícia é que é fácil levar as crianças a orar. Encoraje-as a orar hoje e deixe o resto com Deus. É possível que ao fazer isto você esteja se apropriando do mais poderoso exército de oração pela transformação de nossas comunidades, do nosso país e do mundo.

Algumas Idéias e Sugestões para Motivar as Crianças na Oração

1. Ensine e depois “libere” as crianças para orar.
As crianças precisam ser acompanhadas e depois “liberadas” para orar. Inicialmente, elas precisam de um vocabulário básico para orar. Muitas vezes isto é feito por meio de orações nas quais as crianças repetem o que o adulto diz. Mas assim que elas pegarem a ideia, é importante dar liberdade para que orem como os adultos, lembrando-se que o Espírito Santo trabalha tanto com os adultos como com as crianças.

2. Convide e inclua as crianças nos momentos de oração. 
Realizar encontros de oração nos quais as crianças são convidadas a participar é muito importante. Valorize a participação delas e compartilhe com elas os seus pedidos respeitando sua idade e maturidade. Em todos os encontros faça questão de ter uma criança orando por você como líder. Isto não só reforçará o valor que você dá às orações delas como também o ajudará a perceber o agir de Deus na sua vida como líder.

3. Nunca critique a oração da criança.
É comum para a criança dizer ou fazer coisas criativas na oração que podem divergir da expectativa dos adultos. Muitas vezes estas mudanças são positivas e devem ser acatadas. Se a criança disser ou fizer algo realmente inoportuno, herético ou ofensivo, trate com ela em particular.

4. Realize uma caminhada de oração.
Ande pela comunidade orando na frente da casa de cada criança, na frente de cada igreja, diante de uma praça, escola, comércio. Você pode fazer isto também caminhando pela igreja ou instituição, orando pelo que acontece ali. Depois, é importante conversar com elas sobre a experiência - como se sentiram, o que aprenderam, o que mudou na forma de verem as pessoas.

5. Faça orações personalizadas.
Leve as crianças a orar por outras crianças ao reder do mundo que tenham o mesmo dia de aniversário, ou que a família tenha o mesmo formato que o seu (2 meninos e 1 menina), ou que gostem da mesma matéria, etc. Esta ideia ajuda as crianças a se relacionarem com a oração por crianças em outras nações, muito distantes da sua.

6. Oração 50/50. 
Fale para a criança orar por algo que a incomoda—saúde, falta de emprego do pai, brigas em casa, problemas na escola, etc. Esta é a primeira metade da oração. Depois peça para ela doar a outra metade da oração como um presente para alguém que tenha o mesmo problema que ela.

7. Oração para os quatro cantos da terra.
Peça para as crianças virarem-se todas para o lado leste. Peça para que orem pelo que está a frente delas (as pessoas na casa ao lado, a escola que dá para ver, ou o pasto e mato lá atrás). Depois peça para que elas orem pelo que veriam se viajassem naquela direção (outra cidade, outra região). Por último, peça para que imaginem o que veriam se fossem ainda mais longe (um outro país, o mar, etc). Repita os mesmos passos para os 4 pontos cardeais: norte, sul, leste e oeste.

8. Orando com as letras do alfabeto.
O líder fala a letra “C”, uma criança vai até o mapa do mundo e seleciona um país com a letra "C" (Ou vai ao mapa da região e seleciona uma cidade ou vila com a letra "C".) Ela então ora pelas crianças, ou pelas famílias, ou pelos governantes, ou pelas pessoas pobres, ou pela igreja daquele lugar, etc. O líder dita uma nova letra e uma outra criança seleciona um novo lugar, orando também por ele, e assim por diante.

9. Use histórias bíblicas, orações registradas na Bíblia e recursos visuais ou cânticos para motivar as crianças a orar. 
Há várias forma de motivá-las: as histórias mostram pessoas de carne e osso que usaram a oração, isto aumenta a fé. As orações registradas são modelos diferentes que podem ser imitados. Os recursos visuais (mapas, globos, listas coloridas, fotos, etc) ajudam a criança a orar de forma mais concreta, e os cânticos ou mímicas ajudam a fixar na mente além de serem expressões de alegria e envolvimento.

10. Pratique a oração como uma conversa. 
Ore em frases claras, específicas e breves, concordando uns com os outros pela fé, ouvindo a Deus, aguardando em silêncio para perceber a voz dele nos pensamentos que vêm a tona. Anime as crianças a compartilhar o que sentem ou recebem de Deus enquanto oram juntas. Lembre-se de que quando oram em voz alta, geralmente o fazem de forma bem abreviada, mas que costumam também orar várias vezes em um mesmo encontro. O fato das orações serem curtas muitas vezes faz com que haja momentos de silêncio. Isto deve ser esperado e aproveitado como momentos nos quais elas ouvem o que Deus tem a dizer.
FONTE: Mãos Dadas

sábado, 8 de março de 2014

10 Formas de Incentivar as Crianças a Orarem


Olá abençoados(as), como estão?
Hoje quero falar sobre ORAÇÃO e de como incentivar suas crianças a passarem mais tempo com Deus através dela. Mas antes, tenho que dar meu testemunho pessoal sobre o assunto.
No meu tempo de criança ouvia histórias absurdas a respeito de Deus; só para citar uma delas eu cresci achando que Deus era um velho (não muito velho) que vivia sentado em seu trono, assistindo nossa vida lá de cima e distribuindo raios na cabeça de quem o desobedecesse. Parece uma história um tanto cômica, mas que fez um efeito negativo em meu caminhar de vida cristã. 
Devemos ter cuidado ao falar de Deus para nossas crianças para não ensinarmos coisas absurdas como as que eu aprendi; se não sabemos como ensinar o Espírito Santo está aí pra nos orientar, basta buscá-lo tão somente. 
A respeito da oração foi lamentável o que aconteceu em minha vida. Simplesmente a irmã que cuidava das crianças na minha igreja NOS OBRIGAVA a ficar de joelhos e levantar a voz em oração. 
RESULTADO TRÁGICO: eu cresci sem gostar de orar. 
Eu sabia que orar era falar com Deus, eu até orava sozinha, mas quando se tratava de orar NA IGREJA, sem chance. Eu não queria de jeito nenhum.
Também não tive ensinamentos por parte dos meus pais, o que também contribuiu negativamente.
Para vocês verem que tudo que acontece com uma criança fica marcado para o resto da vida.
Hoje em dia, como mãe, professora e líder do departamento infantil sempre peço a direção do meu querido Espírito Santo na hora de ministrar para os pequenos. Ensino sobre a oração. Incentivo-os a falarem com o Papai através dela. OBRIGÁ-LOS, JAMAIS!
E para a honra e glória do nome do Senhor tenho colhido frutos maravilhosos a respeito da oração.
Eu amo orar. O Senhor me curou do trauma.

E que tal incentivar a criançada a gostarem de orar?
Vejam alguns passos importantes:


10 FORMAS DE INCENTIVAR AS CRIANÇAS A ORAREM
Dawn Marie Barhyte

Ser um exemplo vivo
Visto que as crianças aprendem a partir daquilo que vêem em seu ambiente, o elemento fundamental para ensinar crianças menores a orar é sermos pessoas de oração.

Estar onde a criança está 
Usar linguagem apropriada e do dia a dia com elas, e ver que as orações sejam breves, simples, sinceras e diretas. Assegure-se de orar a respeito de fatos do dia a dia a fim de que cada criança possa compreender. Por exemplo: toda vez que ouvir as sirenes do carro de bombeiros, pare! Profira uma oração em voz alta. Faça-a com as crianças.

Faça da oração a prioridade
Defina uma hora e lugar acolhedor e amoroso para ajudar as crianças a aceitarem a Deus. Prepare um lugar aconchegante de oração para ser usado antes do início do programa. Você pode incluir uma Bíblia para crianças, almofadas macias, música suave e relaxante como também livros sobre a oração e apropriados à faixa etária.


Torne a oração uma rotina
As crianças apreciam a rotina e assim esta deve ser incorporada sempre que possível. Por exemplo, comece o dia com uma oração cumprimentando a Deus: “Pai celestial, ouça a minha oração. Que eu esteja sob o Seu amor e cuidado. Sê meu guia em tudo o que eu fizer hoje. Abençoe aqueles que me amam e a todas as crianças também”. Se durante a programação as crianças forem comer algo, profira esta linda oração: “Obrigado Senhor Deus por este mundo tão belo. Obrigado pelo alimento que comemos. Obrigado pelas aves que cantam. Obrigado por tudo, Deus. Amém”.

Pratique as orações de improviso
Quando a criança o procura com uma preocupação ou problema, pare e faça uma oração com ela. Peça a direção de Deus. Por exemplo, você pode dizer: “Querido Deus, por favor, ajuda o José a ser melhor. Ajuda-o a partilhar seus brinquedos especiais com seu amigo João”. Por meio de nosso apoio podemos instilar a ideia de que podemos conversar com Deus, a qualquer ora e de que Ele sempre irá ouvir.

Use orações diferentes
Como adultos usamos orações de agradecimento, de adoração, de petição e de louvor. Agradecemos a Deus pela melhor parte de nosso dia e sempre que algo bom acontece – não importa o quão pequeno – dedicamos um minuto para mostrar gratidão. Devemos ensinar isso às crianças. Muitas vezes agradecemos a Deus por Suas bênçãos; devemos incentivar aqueles que estão aos nossos cuidados a fazerem o mesmo.

Incorpore atividades práticas sempre que possível
É boa prática planejar formas de permitir às crianças se movimentarem, ver ou tocarem como parte da lição. Crie uma colagem de “Obrigado, Deus” em sua classe e desenhe ou escreva suas orações. Elas podem também mostrar ou dizer como Deus respondeu a cada um. Para as crianças muito pequenas, alguém pode escrever por elas.

A cada momento dirija a atenção das crianças para a Criação de Deus
Dê apoio ao senso natural de admiração e temor daqueles que estão sob sua responsabilidade. Agradeça a Deus, espontaneamente, ao ver um arco-íris depois de uma tempestade, ou as flores da primavera. Diga: “Vejam o que Deus fez para nós!”

Convide as crianças a orarem por motivos específicos 
Troquem idéias com as crianças e falem a respeito de situações e de pessoas por quem orar. Torne suas orações significativas ao orar especificamente por crianças da sala, pelas vítimas de alguma catástrofe local ou em outra região.

Celebre a oração de cada criança
Alimente a auto-estima e elogie a oração proferida pela criança. “Muito bem, você fez uma oração muito bonita!” “Obrigado, (nome da criança). Deus fica feliz quando nos dirigimos a Ele”.
****

Dawn Marie Barhyte escreve de Warwick, Nova Iorque. Com estas palavras que transformam a vida, ela incentiva aqueles que trabalham com crianças:Líderes, professores, sigam orando! Orem para que através dessas experiências valiosas nossos jovens tenham sua fé fortalecida. Orem para que mediante nosso exemplo e o exemplo de muitos outros nossas crianças conheçam a magnitude da oração.
[Extraído de Kids’ Ministry Ideas, julho – setembro de 2005, pp. 16-18.]





E você? Qual sua história sobre a oração? 
Conte-nos nos comentários!

FELIZ DIA DA MULHER

PARABÉNS MENINAS!


sexta-feira, 7 de março de 2014

História do Dia Internacional da Mulher


História do Dia 8 de Março
No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Objetivo da Data
Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.

Conquistas das Mulheres Brasileiras
Podemos dizer que o dia 24 de fevereiro de 1932 foi um marco na história da mulher brasileira. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.


FONTE: Sua Pesquisa



PARABÉNS MULHERES VENCEDORAS!

Atividades Prontas - Dia Internacional da Mulher (Ano 2)

Oi galerinha, tudo bem?
Vim postar mais algumas atividades prontas sobre o Dia Internacional da Mulher.
Faz assim: clica na imagem e depois que ela abrir salva no seu computador e é só imprimir e xerocopiar.
Fácil não?
Beijos!





Moldes de Letras 2

Como vão os professores mais lindos desse mundo?? 
kkkkkkk. É sério. 
Nós que batalhamos por uma educação digna somos lindos pelo simples fato de acreditarmos ainda que ela pode transformar o mundo!
Trouxe mais um molde de letras para vocês!
Letrinhas lindas e arredondadas para dar um charme nos letreiros da sua escola e/ou salinha.
Lembrando que o arquivo é em PDF e para baixar você precisa ter uma conta no 4shared.

Baixar

terça-feira, 4 de março de 2014

Borboleta em EVA (2) Com Molde

Oi, tudo bem com vocês?
Quem quer fazer uma borboleta fofa e linda? Pois então, é pra já!
Todos os componentes desse painel você encontra acessando
No corpo da borboleta eu fiz detalhes com 
giz de cera marrom 
e nas asas com o vermelho (imagem abaixo).
       Fiquem com Deus!