CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »


.

EDUCAÇÃO INFANTIL E EDUCAÇÃO CRISTÃ PARA CRIANÇAS



ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL
CLICAR NA IMAGEM

Você é muito importante!

                             

Participe do Blog Com a Gente

domingo, 16 de abril de 2017

Atividade com Papel Rasgado - Cor Vermelha

Atividade: Identificar cor do papel, rasgá-lo e colar no lugar indicado pela professora. Arquivo da imagem acima para baixar AQUI.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Colar Simples de Índio

Oi lindos(as), vocês estão bem?
Dia do Índio está chegando e nós que fazemos a Educação Infantil geralmente não deixamos essa data passar em branco, não é mesmo? O que fazemos quase sempre, é caracterizar nossas crianças com o tradicional cocar de penas e finalizamos pintando as caras dos nossos alunos com a tinta guache. Mas esse ano, além disso, eles também vão ganhar um colar, que aliás, é muuuuuuuito simples de fazer. Vocês só precisam de fita decorativa e restos de EVA... Ah, e esse molde abaixo, rsrs.
Fiquem com Deus!                              

sábado, 8 de abril de 2017

Cata-vento de Papel (Que Gira de Verdade)

               Olá pessoas lindas!               
Encontrei a página da Bianca Barreto e dentre muitas coisas maravilhosas que ela faz e posta, esse cata-vento me chamou a atenção. Primeiro porque eu amo cata-vento de papel e segundo porque além do "que gira de verdade" os cata-ventos que a ela fez são lindíssimos, podendo inclusive serem usados como enfeites de festa. Uma vez, há muito tempo, fiz uns cata-ventos para meus alunos, que ficaram encantados ao verem o brinquedinho girando de verdade. E, na verdade, quem não se encanta?? Eu super amo ver eles girando... rsrs
Pedi a permissão da Bianca para postar as fotos dela aqui, mas não tive resposta; e como eu estava muito ansiosa para postar, trouxe uma foto e o link da página que mostra o passo-a-passo, que você pode acessar AQUI. Lá ela coloca todos os materiais que você vai precisar e mostra bem direitinho como fazer.
Abraço querida Bianca!
Fiquem com Deus!                                           

Números Para Colorir - 2 (0 ao 9)






quinta-feira, 6 de abril de 2017

Estrela de Rolinho de Papel

Olá amorecos!
Andei editando umas postagens antigas e me deparei com uma sobre um enfeite natalino de porta, que trazia uma estrela feita com rolinho de papel. No entanto, não lembro de ter postado o PAP (passo a passo) da estrela; até procurei, mas não encontrei...
Então fiz essa postagem com o link de um blog que mostra o PAP dela, que eu achei muito linda e fácil de fazer. A imagem acima, é do enfeite de porta que fiz no ano de 2011. As imagens abaixo são do Blog Artes da Pro Lú e clicando AQUI, você verá a Lú ensinando direitinho como fazer essa estrela fofa.
Fiquem com Deus!                      

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Estrela Perfeita de Cinco Pontas - Como Fazer

Vídeo em Espanhol

Molde de Coração - Como Fazer

Pegue uma folha e dobre-a no meio, para que fiquem partes iguais.
 Desenhe a metade de um coração como na imagem acima; 
imagine-se desenhando uma orelha, rsrs
Cuidado para não desenhar na parte da abertura das folhas.
 Recorte na linha desenhada e abra a folha. 
Com essa técnica você pode fazer corações de diversos tipos e tamanhos.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Livrinho Criação do Mundo

Olá pessoas fofas!
Em minhas andanças pelo mundo virtual, encontrei uma ideia, que particularmente, eu achei incrível, para ser feita tanto nas aulas de Escola Bíblica como em casa, numa reunião em família com as crianças, por exemplo.
Vocês podem soltar a criatividade fazendo esse livrinho e ainda ensinar sobre a criação do mundo.
Observe nas imagens que as páginas são confeccionadas utilizando diferentes materiais tais como tecidos, vários tipos de papel e figuras. Você pode usar o material que tiver em casa.
A ideia é por si só o máximo. Eu gostei muito e trouxe para inspirar vocês.
 Fonte: The Art Of Being Mama

Brincar é Mais Que Aprender

A brincadeira é uma experiência essencial, um modo de decidir como percorrer a própria vida com responsabilidade

Para as crianças, o brincar e o jogar são modos de aprender e se desenvolver. Não importa que não saibam disso. Ao fazer essas atividades, elas vivem experiências fundamentais. Daí porque se interessam em repeti-las e representá-las até criarem ou aceitarem regras que possibilitem compartilhar com colegas e brincar e jogar em espaços e tempos combinados.

Por que jogar e brincar pede a repetição? Esses desafios encantam pelo prazer funcional de sua realização. Mesmo que se cansem, as crianças querem (esperam) continuar jogando e brincando. Há um afeto perceptivo, ou seja, algo que agrada ao corpo e ao pensamento. Até o medo e a dor ficam suportáveis, interessantes, porque fazem sentido. Por isso, trata-se de uma experiência que pede repetição por tudo aquilo que representa ou mobiliza. Graças a isso, aprendemos a identificar informações ou qualidades nas coisas ou em nós mesmos - para reconhecer coisas agradáveis e desagradáveis e, assim, variar as experiências e combiná-las das mais variadas formas.

Por que jogar e brincar são formas de representação? Uma das conseqüências maravilhosas, nesse contexto de repetir, variar, recombinar e inventar, é poder criar representações. Quando brincam de casinha, as crianças vivem a experiência de reconstruir o cotidiano e simbolizar a vida. Graças a isso, podem suportar ou compreender os tempos que a mãe, por exemplo, fica longe delas. Representar, mesmo num contexto de faz-de-conta, supõe envolvimento. O representado não está fisicamente aqui, mas simbolicamente sim. Envolver-se é relacionar-se com as coisas de muitos modos. E inventar situações mediadas por pensamentos e histórias construídos na brincadeira. É estar entre, fora, longe, perto, acima, abaixo, é construir simbolicamente um modo de imitar, jogar, sonhar, comunicar e falar com o mundo, inventando uma história nos limites das possibilidades e necessidades.

No primeiro ano de vida, a criança aprende a distinguir entre um sugar que alimenta (o seio) e um sugar que não alimenta (no vazio ou aplicado a um objeto). Graças a isso, pode continuar sugando pelo prazer. A partir do segundo ano, ela aprende a representar, a substituir as coisas pelos sons ou gestos que lhes correspondem. Mas, igualmente, aprende a usar as representações para simbolizar, isto é, recriar a seu modo as coisas e pessoas que lhe são caras. Aprende a jogar ou brincar com a realidade, para representá-la. No processo de desenvolvimento, essas transformações separam sua vida em antes e depois.

Por que jogar e brincar pede formas organizadas de expressão? Para repetir e fazer de conta basta uma pessoa. Mas, ao se desenvolver, a criança não quer só brincar de - ela quer brincar com. Jogos sempre foram experiências de troca. Daí a importância de estabelecer contratos, fixar limites de espaço e tempo, definir objetivos. Realizar um percurso é uma das brincadeiras preferidas das crianças. Mesmo que não saibam, elas estão representando e se preparando para repetir outro percurso que nos foi concedido ao nascer. Percorrer a vida é a tarefa, o problema ou o desejo de todos nós. Não escolhemos a vida, mas devemos escolher os modos de vivê-la. O caminho percorrido não volta. O caminho a percorrer deve ser decidido aqui e agora. Nos jogos, é possível repetir e criar regras, errar e começar de novo. Graças a isso, o outro percurso ganha sentido e passa a ser vivido com mais liberdade e responsabilidade.


Lino de Macedo é professor do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.
FONTE: Nova Escola

sexta-feira, 31 de março de 2017

E-book Gratuito Sobre Tecnologia na Educação Infantil

PUBLICAÇÃO FOCA EM MÉTODOS DE ENSINO E APRESENTA EXEMPLOS DE DIFERENTES TECNOLOGIAS E CASOS DE INSTITUIÇÕES INOVADORAS
Os nativos digitais estão provocando uma importante mudança de paradigma na maior parte das escolas brasileiras. Aos gestores e docentes, resta engajar essa nova geração, ávida por interatividade e conectividade, por meio do uso da tecnologia em sala de aula.

Apesar do potencial que esses recursos inovadores têm para transformar o processo de ensino e aprendizagem, muitas instituições e até mesmo famílias têm dúvidas sobre o uso da tecnologia como ferramenta pedagógica, sobretudo na educação infantil. A Playmove lançou um e-book gratuito que traz algumas sugestões de métodos e ferramentas utilizadas com sucesso.

A publicação “Tecnologias para Educação Infantil: a tecnologia como ferramenta pedagógica” aborda critérios para avaliar as ferramentas digitais antes de fazer um investimento. O livro também destaca os principais softwares, aplicativos e dispositivos à disposição no mercado; e sugere maneiras de aplicação na educação infantil, apresentando casos de instituições de ensino inovadoras.
O e-book também traz um debate sobre o limite de exposição a telas para crianças de três a cinco anos e apresenta métodos para alternar o uso de tecnologia com outras atividades lúdicas na sala de aula.
FONTE: A Rede Educa

quinta-feira, 30 de março de 2017

Atividades em Áreas Naturais - Ebook

BAIXAR ARQUIVO EM PDF
__________________________________________________________________
Destinado a educadores em geral – o que inclui todo adulto que ensina por suas atitudes – este eBook oferece um farto material de reflexões sobre vivências com a natureza, espaços educadores ao ar livre e traz uma série de sugestões de atividades para que o contato direto, sensível e livre com a natureza seja parte do nosso processo de desenvolvimento.
A autora descreve sobre os processos experimentais, o aprendizado sequencial nas vivências com a natureza, espaços educadores, transversalidade em espaços ao ar livre e traz uma série de sugestões de atividades que foram classificadas pelo nível de intimidade que o educador percebe que tem com a natureza, desde bem simples, para quem nunca se deitou em um gramado, até de atividades mais complexas a serem praticadas em bosques e florestas.
Fonte: Ecofuturo

10 Brincadeiras Sensoriais Para Crianças Maiores de 2 Anos


Vocês sabem o que é uma brincadeira sensorial?
Trata-se de uma atividade lúdica na qual a criança, além de se divertir, também está estimulando seus diferentes sentidos: paladar, olfato, tato, visão e audição.

Veja abaixo, algumas sugestões.
1- Água e esponjas
Cortamos uma esponja de banho em pequenos cubos e colocamos os pedacinhos em uma bacia com um pouco de água. Deixamos ao lado outra bacia vazia e entregamos para Alice um pegador de gelo. A ideia era transferir as esponjas de uma bacia para a outra.
Outra maneira divertida de brincar é transferir toda a água de uma bacia para a outra usando apenas esponjas. Use esponjas grandes e peça para a criança encher de água e espremer na outra bacia até a primeira ficar seca.

2- Cortina Sensorial
Essa brincadeira requer espaço e mãos, é uma brincadeira coletiva. A ideia é usar garrafas sensoriais diferentes e diversas para montar uma enorme cortina. Para fazer, basta usar a criatividade, soltar a imaginação e usar um pouquinho de tudo para montar as garrafas.

3- Galhos e Lãs
Usando lãs coloridas e gravetos, é possível criar lindos arranjos, basta enrolar a lã nos gravetos. A atividade é gostosa demais e simples de fazer, e o resultado final fica lindo!

4- Caixa Sensorial: Jardim de Gelatina
Essa brincadeira é um sucesso com crianças pequenas também.Faça uma enorme travessa de gelatina, e jogue pedacinhos de frutas e legumes feitos com cortadores de biscoito. Estrelas de pêra, corações de cenoura, luas de maçã, flores de beterraba e muitos outros formatos para deixar a brincadeira mais atraente. A ideia é que as crianças usem as mãozinhas e talheres também para explorar a caixa e todas as suas formas e sabores.

5- Jogo dos Pares no Arroz
Você vai precisar de uma bacia, arroz (não precisa necessariamente ser colorido) e alguns objetos para a criança buscar no arroz. Forre o chão com uma toalha, fica mais fácil recolher a bagunça depois.
A dica é criar o seu próprio jogo de encontrar os iguais usando objetos da casa. Duas colheres, dois blocos de montar, duas bolinhas… qualquer par serve!

6- Massinha com Purpurina: Fábrica de Cupcakes
Usando massinha colorida, dá para brincar de cozinhar, fazer cupcakes, por exemplo. Com outros materiais, é possível enfeitar os cupcakes. Essa é uma brincadeira que as crianças adoram por ser puramente criativa e eles poerem criar o que quiserem.

7- Brincando Com Pedaços de Papel
A brincadeira é bem simples, basta juntar papéis velhos e picar. Pode parecer simples, mas as crianças adoram. Para continuar, uma sugestão é propor aos pequenos fazer uma colagem com os papeis. É possível criar desenhos ou até mesmo forrar objetos com sobras de papéis.

8- Brincando Com Tampas
Tampinhas são muito lúdicas. Criam desenhos, empilham, encaixam, transformam-se em chapéu, em instrumentos musicais, bandeja, copo, roda e em tantas outras coisas que a imaginação pedir. Para brincar, basta juntar diversas com tamanhos diferentes e deixar a criançada usar a imaginação.

9- Pintando Com os Pés
Essa brincadeira faz sujeira! O ideal é escolher espaços ao ar livre. Com papel bolha, você pode fazer uma 'botinha' para os pequenos, assim não suja os pés. Use um pedaço e papel grande, estenda no chão, e tintas de diferentes cores para as crianças brincarem de pintar com os pés. Ah,pode ser que no meio da brincadeira as botinhas sejam deixadas totalmente de lado

10- Carimbos Naturais
Essa é uma ideia simples e cheia de criatividade. Usando cortadores de biscoito, você transforma algumas batatas, cenoura, pimentão e erva-doce em carimbos naturais. Use tinta de diferentes cores para as crianças poderem usar a criatividade e criar lindos desenhos. Não precisa ficar perfeito, afinal o grande charme dos carimbos naturais é explorar suas formas e texturas. Basta cortar pedaços que fiquem confortáveis para as crianças segurarem e pronto!


Fonte: Catraquinha