CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »


.

EDUCAÇÃO INFANTIL E EDUCAÇÃO CRISTÃ PARA CRIANÇAS



5 Milhões de Acessos

5 Milhões de Acessos
Obrigada por encontrar aqui o que vocês precisam!!!!!

Você é muito importante!

                             

Participe do Blog Com a Gente

sexta-feira, 23 de junho de 2017

A Vida Existe nas Entrelinhas: Brincadeiras Para Ficar na Memória

Correr, pular e criar contribui para o desenvolvimento integral infantil. Ou seja, o que as crianças precisam mesmo é experimentar e fazer isso com o próprio corpo. Dos dedinhos dos pés até o último fio de cabelo: tudo pode ser percebido de modo sinestésico.
SINESTÉSICO: Que se refere à sinestesia, à combinação de sentidos a sensações distintas.

Então, como propiciar estes momentos para os pequenos? Para perceber o mundo, a criança precisa estar imersivamente sentindo o que o lugar traz, e isso acontece quando as coisas que, muitas vezes podem parecer inúteis, tornam-se elementos valiosos para o brincar, são os chamados brinquedos não estruturados. São eles que fazem com que a imaginação da criança desabroche. Tecidos, tampas, pedras, garrafas, potes, caixas, gravetos, tudo pode dar asas ao poder de criação e de transformação da criança.

Para dar luz a esse brincar que é fonte de prazer e de transmissão de saberes, onde a criança aprende a aprender, listamos cinco brincadeiras que vão render bons momentos e memórias para toda a vida.

Você, leitor, provavelmente faz parte de uma geração de meninas e meninos que vivenciaram brincadeiras incutidas na sua memória até hoje. São exatamente essas memórias que constituem a nossa natureza, nossa humanidade, o ser em que cada um de nós se tornou, por ter tido a chance de viver uma infância brincante.

Divirta-se com brincadeiras para todas as idades para brincar em casa, na rua e na escola

Luz e Sombra
A noite ou os dias escuros são um convite para uma brincadeira simples e, ao mesmo tempo, muito rica. Com uma lanterna, as mãos e alguns objetos escolhidos aleatoriamente, você e crianças com a partir de três anos podem criar uma narrativa de fantasia e fazer experimentos com a luz. Mostre o efeito da lanterna, por exemplo, atrás de um tecido ou da cortina. Faça "desenhos" com as sombras das mãos e, aos poucos, proponha que os meninos e as meninas entrem no jogo. Ao final de tudo, é possível que eles tenham entendido que a sombra forma-se pelo bloqueio da luz. Ou, pelo menos, terão vivido uma boa experiência de fantasia.

Pista de Carros
Por volta dos três anos, as crianças tornam-se experts em brincadeiras de faz de conta. É assim, por meio da fantasia, que, aos poucos, compreendem o mundo onde vivem, testam e reconhecem sentimentos e habilidades sociais. Uma boa brincadeira desse tipo é construir pistas de carrinhos. Basta colar sobre o piso fitas adesivas delimitando ruas, avenidas, estacionamentos e calçadas. Você pode ainda decorar as faixas com canetinhas ou fitas de outra cor. Agora é só distribuir os personagens por este cenário (carrinhos, bonecos, miniaturas de animais) e deixar que os pequenos criem suas próprias narrativas.

Fui à China
Ritmo, atenção, concentração e trabalho em parceria. É possível treinar todas essas habilidades com crianças de quatro ou cinco anos por meio de uma canção. A brincadeira é simples. Comece recitando a letra com a criança até que vocês consigam memorizá-la. Em seguida, passem para os movimentos da coreografia: bata as palmas das suas mãos com as do pequeno e intercale este gesto com os outros indicados abaixo:

“Eu fui à China-na, pra ver o que era a China-na, todos eram China-na, lig-lig-lig China-na

Eu fui ao clips, pra ver o que era o clips, todos era clips, lig-lig-lig clips

Eu fui ao ro-lê-lê, pra ver o que era o ro-lê-lê, todos eram ro-lê-lê, lig-lig-lig ro-lê-lê

Eu fui ao tchá-tchá-tchá,pra ver o que era o tchá-tchá-tchá, todos eram tchá-tchá-tchá, Lig-lig-lig Tchá-tchá-tchá

Movimentos:
China - puxa o canto dos olhos
Clips - cruza os braços sobre o peito
Rolê - rola uma mão sobre a outra
Tchátchá - requebra com as mãos na cintura

Cubos de Gelo Colorido
Em dias quentes, uma boa brincadeira é fazer cubos de gelo colorido e depois usá-los para pintar o sete. Para isso, basta preencher forminhas convencionais com água filtrada e corante alimentício. Em seguida, leve ao freezer e espere até congelar. Depois, é só escolher um local que possa molhar e sujar (o quintal, a cozinha ou o banheiro, por exemplo) e deixar a criançada fazer arte e explorar o tato, especialmente as sensações de quente e frio. Você também pode oferecer papéis, de preferência grossos, para que façam "pinturas geladas".

Cabana com Lençol
As brincadeiras de faz de conta tornam-se são extremamente ricas. Uma boa proposta é construir uma cabana com roupas de cama e móveis (cadeiras podem dar sustentação a uma tenda de lençóis presa com barbantes ou prendedores de roupa). Lá dentro, as crianças experimentam sensações de abrigo e, ao mesmo tempo, certo mistério. Além disso, ao criar suas próprias narrativas de fantasia (estão dentro de um castelo abandonado, por exemplo), vivem sentimentos e fazem uma espécie de treino para a vida adulta.
*   *   *
Por que as crianças devem brincar? 
Os estímulos certos na infância podem ser capazes de promover benefícios para o desenvolvimento cerebral das crianças. Nesse período, as brincadeiras são extremamente importantes, pois é através do brincar que meninos e meninas poderão melhorar a capacidade de aprendizado para lidar com as diferentes situações da vida. Por isso, quanto mais seu filho brincar melhor – sobretudo se for sem regras!
Fonte: Catraquinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para o Blog!