CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »


.

EDUCAÇÃO INFANTIL E EDUCAÇÃO CRISTÃ PARA CRIANÇAS



ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL
CLICAR NA IMAGEM

Você é muito importante!

                             

Participe do Blog Com a Gente

sexta-feira, 31 de março de 2017

E-book Gratuito Sobre Tecnologia na Educação Infantil

PUBLICAÇÃO FOCA EM MÉTODOS DE ENSINO E APRESENTA EXEMPLOS DE DIFERENTES TECNOLOGIAS E CASOS DE INSTITUIÇÕES INOVADORAS
Os nativos digitais estão provocando uma importante mudança de paradigma na maior parte das escolas brasileiras. Aos gestores e docentes, resta engajar essa nova geração, ávida por interatividade e conectividade, por meio do uso da tecnologia em sala de aula.

Apesar do potencial que esses recursos inovadores têm para transformar o processo de ensino e aprendizagem, muitas instituições e até mesmo famílias têm dúvidas sobre o uso da tecnologia como ferramenta pedagógica, sobretudo na educação infantil. A Playmove lançou um e-book gratuito que traz algumas sugestões de métodos e ferramentas utilizadas com sucesso.

A publicação “Tecnologias para Educação Infantil: a tecnologia como ferramenta pedagógica” aborda critérios para avaliar as ferramentas digitais antes de fazer um investimento. O livro também destaca os principais softwares, aplicativos e dispositivos à disposição no mercado; e sugere maneiras de aplicação na educação infantil, apresentando casos de instituições de ensino inovadoras.
O e-book também traz um debate sobre o limite de exposição a telas para crianças de três a cinco anos e apresenta métodos para alternar o uso de tecnologia com outras atividades lúdicas na sala de aula.
FONTE: A Rede Educa

quinta-feira, 30 de março de 2017

Atividades em Áreas Naturais - Ebook

BAIXAR ARQUIVO EM PDF
__________________________________________________________________
Destinado a educadores em geral – o que inclui todo adulto que ensina por suas atitudes – este eBook oferece um farto material de reflexões sobre vivências com a natureza, espaços educadores ao ar livre e traz uma série de sugestões de atividades para que o contato direto, sensível e livre com a natureza seja parte do nosso processo de desenvolvimento.
A autora descreve sobre os processos experimentais, o aprendizado sequencial nas vivências com a natureza, espaços educadores, transversalidade em espaços ao ar livre e traz uma série de sugestões de atividades que foram classificadas pelo nível de intimidade que o educador percebe que tem com a natureza, desde bem simples, para quem nunca se deitou em um gramado, até de atividades mais complexas a serem praticadas em bosques e florestas.
Fonte: Ecofuturo

10 Brincadeiras Sensoriais Para Crianças Maiores de 2 Anos


Vocês sabem o que é uma brincadeira sensorial?
Trata-se de uma atividade lúdica na qual a criança, além de se divertir, também está estimulando seus diferentes sentidos: paladar, olfato, tato, visão e audição.

Veja abaixo, algumas sugestões.
1- Água e esponjas
Cortamos uma esponja de banho em pequenos cubos e colocamos os pedacinhos em uma bacia com um pouco de água. Deixamos ao lado outra bacia vazia e entregamos para Alice um pegador de gelo. A ideia era transferir as esponjas de uma bacia para a outra.
Outra maneira divertida de brincar é transferir toda a água de uma bacia para a outra usando apenas esponjas. Use esponjas grandes e peça para a criança encher de água e espremer na outra bacia até a primeira ficar seca.

2- Cortina Sensorial
Essa brincadeira requer espaço e mãos, é uma brincadeira coletiva. A ideia é usar garrafas sensoriais diferentes e diversas para montar uma enorme cortina. Para fazer, basta usar a criatividade, soltar a imaginação e usar um pouquinho de tudo para montar as garrafas.

3- Galhos e Lãs
Usando lãs coloridas e gravetos, é possível criar lindos arranjos, basta enrolar a lã nos gravetos. A atividade é gostosa demais e simples de fazer, e o resultado final fica lindo!

4- Caixa Sensorial: Jardim de Gelatina
Essa brincadeira é um sucesso com crianças pequenas também.Faça uma enorme travessa de gelatina, e jogue pedacinhos de frutas e legumes feitos com cortadores de biscoito. Estrelas de pêra, corações de cenoura, luas de maçã, flores de beterraba e muitos outros formatos para deixar a brincadeira mais atraente. A ideia é que as crianças usem as mãozinhas e talheres também para explorar a caixa e todas as suas formas e sabores.

5- Jogo dos Pares no Arroz
Você vai precisar de uma bacia, arroz (não precisa necessariamente ser colorido) e alguns objetos para a criança buscar no arroz. Forre o chão com uma toalha, fica mais fácil recolher a bagunça depois.
A dica é criar o seu próprio jogo de encontrar os iguais usando objetos da casa. Duas colheres, dois blocos de montar, duas bolinhas… qualquer par serve!

6- Massinha com Purpurina: Fábrica de Cupcakes
Usando massinha colorida, dá para brincar de cozinhar, fazer cupcakes, por exemplo. Com outros materiais, é possível enfeitar os cupcakes. Essa é uma brincadeira que as crianças adoram por ser puramente criativa e eles poerem criar o que quiserem.

7- Brincando Com Pedaços de Papel
A brincadeira é bem simples, basta juntar papéis velhos e picar. Pode parecer simples, mas as crianças adoram. Para continuar, uma sugestão é propor aos pequenos fazer uma colagem com os papeis. É possível criar desenhos ou até mesmo forrar objetos com sobras de papéis.

8- Brincando Com Tampas
Tampinhas são muito lúdicas. Criam desenhos, empilham, encaixam, transformam-se em chapéu, em instrumentos musicais, bandeja, copo, roda e em tantas outras coisas que a imaginação pedir. Para brincar, basta juntar diversas com tamanhos diferentes e deixar a criançada usar a imaginação.

9- Pintando Com os Pés
Essa brincadeira faz sujeira! O ideal é escolher espaços ao ar livre. Com papel bolha, você pode fazer uma 'botinha' para os pequenos, assim não suja os pés. Use um pedaço e papel grande, estenda no chão, e tintas de diferentes cores para as crianças brincarem de pintar com os pés. Ah,pode ser que no meio da brincadeira as botinhas sejam deixadas totalmente de lado

10- Carimbos Naturais
Essa é uma ideia simples e cheia de criatividade. Usando cortadores de biscoito, você transforma algumas batatas, cenoura, pimentão e erva-doce em carimbos naturais. Use tinta de diferentes cores para as crianças poderem usar a criatividade e criar lindos desenhos. Não precisa ficar perfeito, afinal o grande charme dos carimbos naturais é explorar suas formas e texturas. Basta cortar pedaços que fiquem confortáveis para as crianças segurarem e pronto!


Fonte: Catraquinha

Orientações Curriculares Para a Educação Infantil (Ceará)

clicar AQUI para direcionar 
o download do arquivo em PDF

quarta-feira, 29 de março de 2017

10 Coisas Que Você Precisa Saber Sobre o Desenho do Seu Filho


Por Cristiane Rogerio e Marina Vidigal
O lápis fica no meio da pequena mãozinha, procurando o equilíbrio. A ponta encosta o papel e - meio reto, meio torto - o risco sai. O autor esboça um sorriso, olha para o adulto, procura cumplicidade no grande feito. Imaginem a emoção que vive a criança em seus primeiros traços. O que você precisa saber para este momento artístico comum a todas as crianças ser ainda melhor.

1 - Expressão e emoção. 
A criança tem uma intensa elaboração mental enquanto desenha. É comum, enquanto o lápis risca o papel, ouvir as crianças narrando histórias que se passam com os personagens que traçam. É como o que acontece no brincar.

2 - Fases e estilos. 
Por mais que, no geral, a criança comece pelos rabiscos por prazer e vá mudando o traço até chegar a formas mais "reais", essas fases não são fixas. Ao longo da infância, as crianças podem ir e voltar várias vezes em determinados estilos, fazer um desenho característico de uma fase pela manhã e, à tarde, esboçar um desenho próprio de outra. E é por isso que não é adequado classificarmos os desenhos como "bom" ou "ruim". O desenvolvimento da criança por meio do desenho não tem uma característica linear.

3 - Diferentes materiais. 
Procure oferecer diferentes suportes e riscadores para seu filho. Papéis de diferentes texturas, cores e tamanhos, como lixa, papelão, papel canson, papel vegetal... Quanto maior a variedade, melhor. Entre os riscadores, varie os tipos de lápis, giz de cera e canetas. Cada material vai proporcionar um desenho diferente e, quanto maior a variedade, maiores as experiências das crianças.

4 - Espaço para desenhar. 
Tenha em casa um cantinho onde seu filho possa desenhar, vale até ser no chão, caso ele prefira. Um caderno de desenho e um estojo com lápis apontados, gizes de cera e canetinhas devem sempre estar à mão. Se forem pincéis, tintas ou canetinhas, forre um pedaço do chão e deixe a criança à vontade.

5 - Um mundo novo. 
Desenhar é um reflexo do descobrir. Além de abrir um enorme leque para a expressão e a fantasia, o desenho também contribui para a exploração do real, já que chama a atenção para os seres e objetos e desperta a atenção para formas, texturas, tamanho, cores, volumes e proporções.

6 - Observar e lembrar. 
É comum as crianças desenharem de acordo com a lembrança que têm dos objetos - e não os observando. Procure ajudar seu filho a despertar para o olhar. Use o cotidiano. Chame a atenção dele para uma janela grande, para as cores da água do mar, até para o desenho no chão com as gotas de água saídas de um regador, por exemplo. Descubram juntos texturas, formatos de folhas e de nuvens...

7 - Pais não são os 'grandes modelos'. 
Resista ao desejo de mostrar como desenhar. Apesar de desenhar em família ser ótimo, cada um deve ter seu espaço e seu traço.

8 - Crie referências. 
Visite museus, galeria de artes e onde tiver exposições que possam ser boas referências de arte para a criança, converse sobre o que for visto, o estilo do artista, compare. Livros infantis são também excelente estímulo - talvez o primeiro contato deles com uma obra de arte!

9 - Use fotografias. 
Elas podem render ótimos exercícios. Em uma exposição, por exemplo, converse com a criança sobre as formas, como pessoas diferem de objetos, os ângulos. Outra atividade bacana é colocar uma folha de papel vegetal por cima de uma foto e, com um lápis, permitir que ela descubra as linhas principais e, quem sabe, a poesia que há nas grandes fotografias de todos os tempos (na internet há milhares de exemplos como sites de grandes fotógrafos ou temáticos).

10 - Não serve como avaliação psicológica. Muita cautela para usar o desenho como uma avaliação de aspectos intelectuais ou emocionais da criança. Chega a ser perigoso dizer, por exemplo, que cores escuras no desenho denunciam crianças deprimidas, por exemplo. Apenas em consultórios de psicólogos, em meio a várias outras ferramentas, eles podem ser usados para avaliação dentro de um contexto mais amplo.

Fontes: Laïs Krücken Pereira, especialista em psicologia de desenvolvimento humano, Mônica Cintrão, psicóloga; Kika Almeida Mendes,educadora. CRESCER

terça-feira, 21 de março de 2017

Apresentação do Círculo - 2017 (Fotos)

Atividade Pronta - Dia da Água

Baixar Arquivo da Atividade

segunda-feira, 20 de março de 2017

Sugestões de Atividades Para o Dia da Água

clicar para ver imagens ampliadas
Imagens retiradas do mecanismo de pesquisa do Google.
Se a imagem lhe pertence, entre em contato no comentários para que possamos adicionar os devidos créditos.

Atividade Pronta - Dia do Circo (Ano 2)


segunda-feira, 13 de março de 2017

Apresentação das Cores em Vídeo - Vermelho


Apresentação das Cores em Vídeo - Amarelo

Oi fofuras!
Vocês estão bem?!
Amanhã vou apresentar a cor AMARELO aos meus pequenos de 3 anos e, para ajudar na compreensão, montei uma apresentação de slides para mostrar a eles alguns objetos na cor apresentada. Aí me veio a ideia de montar um vídeo com as imagens dos slides e disponibilizá-lo no YouTube e aqui no blog.
Espero ajudar vocês!
         Abraço!         
Fiquem com Deus!

domingo, 12 de março de 2017

Origami de Estrela - PAP

 Fonte: Bonifrati

segunda-feira, 6 de março de 2017

Jogo Matemático da Árvore - Números e Quantidades

Olá pessoas incríveis!!
Hoje eu trouxe um material riquíssimo para vocês trabalharem os números e as quantidades com suas crianças de uma forma muito divertida. 
Vi essa ideia super bacana numa postagem do blog SÚPER PT e tratei de fazer um (quase) igual. Só fiquei triste por não encontrar a imagem da árvore deles, que eu achei mega fofinha.
Enfim, montei o joguinho que vocês podem baixar, imprimir e brincar de aprender a contar com a galerinha.
O arquivo está em PDF, tem os números de 0 a 10 e está disponível também em inglês e em espanhol!
Amoooooooo!


Escolha o seu e baixe o arquivo clicando em um dos links abaixo:
*   *   *
Abaixo, a imagem do jogo original (é ou não é uma fofura a árvore deles??!)
Abraço!
Fiquem com Deus!

sábado, 4 de março de 2017

Lembrancinha Para o Dia da Mulher/Dia das Mães - Sachê Perfumado

Olá meus amores e amoras! rs!
Estava aqui pesquisando algo diferente para enviar como lembrancinha na minha turma. Geralmente uso a boa e velha lixa de unhas como presentinho no Dia da Mulher, afinal quem não precisa de uma lixa hoje em dia, não é mesmo? rs!
Mas eu quero inovar, fazer algo diferente e lembrei que, esses dias, havia visto no Pinterest, um sachê perfumado feito com raspas de sabonete, para guardar no ármario de roupas, nas gavetas etc. Aí pensei: "lembrança simples e barata". 
Fui pesquisar no tio Google e achei a página da Karine Possari - o blog Olha o que eu sei fazer, ensinando a fazer o sachê exatamente como eu tinha visto na imagem. Fiquei tão animada em postar aqui que nem deu tempo pedir a autorização da Karine para "pegar" as imagens dela (geralmente eu peço autorização - desculpa Karine, rs!).
Abaixo, o passo-a-passo da Karine para a confecção dos sachês! É uma ideia tão bacana que inclusive, vou fazer para minhas gavetas e armário também!

  • Passo-a-passo:

Para fazer o sachê, você vai precisar de 01 sabonete de sua preferência, pedaços de filó (ou tule - quanto mais fininho melhor), fita de cetim e 01 ralador de legumes. Rale o sabonete e acomode os pedacinhos sobre quadrados de tule. Faça trouxinhas e amarre com fita de cetim. Um sabonete cremoso de 130 g ralado rendeu 15 sachês.
FONTE: Olha o que eu sei fazer!
Abraço!
Fiquem com Deus!